Categoria Artigos

porFICE Brasil

Institucionalização e desinstitucionalização de crianças: o resumo executivo de uma comissão do Lancet Group

LANCET CHILD AND ADOLESCENT HEALTH VOL. 4 Nº 8 23/06/2020

No dia 23 de junho de 2020 na renomada revista Lancet Child & Adolescent Health, houve o “Lançamento da Comissão do Grupo Lancet sobre a institucionalização e desinstitucionalização de crianças”. O movimento das crianças das instituições para as famílias é um processo muito necessário e há muito esperado, que pode mudar a vida de milhões de jovens para melhor. Esta Comissão do Lancet Group defende uma reforma global do cuidado de crianças separadas por meio da substituição progressiva da provisão institucional por cuidados seguros e nutritivos baseados na família. Ele fornece informações essenciais sobre a escala global de institucionalização e suas consequências para a saúde física, social e mental e apresenta um roteiro pragmático para mudanças cuidadosamente gerenciadas. Se quiser ler os artigos desta edição de Lancet, inclusive com uma tradução do resumo executivo em português, clique aqui.

Tradução de: Jonathan Luke Hannay.

 

Acesse: acerbrasil.org.br

porFICE Brasil

Pacote sobre a gestão de serviços em tempos de  COVID-19

 

Better Care Network (BCN) – uma rede internacional de organizações comprometidas em apoiar crianças sem atendimento familiar adequado em todo o mundo – publicou um pacote sobre a gestão de serviços em tempos de  COVID-19 – Case Management and Virtual Monitoring Guidance and Tools.  Compartilhamos três publicações com versões em espanhol e uma planilha de acompanhamento de casos.

Links para acesso:

 

Mais informações em:

https://bettercarenetwork.org

porFICE Brasil

Abracionices

Um livreto dos abraços para professorxs das infâncias em tempos de recolhimento

Desenvolvido pelo Grupo de Estudos e Pesquisas da(s) Infância(s), Formação de Professores e Diversidade Cultural
UERJ – Faculdade de Formação de Professores – São Gonçalo – RJ (gifordic@gmail.com)

PARA INÍCIO DE CONVERSA, É MUITO BOM A GENTE IR SE APRESENTANDO! SOMOS UM GRUPO DE PESQUISA, FORMADO MAJORITARIAMENTE POR MULHERESPROFESSORAS QUE TRABALHAM E PESQUISAM INFÂNCIAS, FORMAÇÃO DE PROFESSOR/AS E DIVERSIDADE CULTURAL. E ASSIM COMO VOCÊS, TAMBÉM ESTAMOS EM ISOLAMENTO SOCIAL HÁ QUASE TRÊS MESES. E FOI PENSANDO EM “NOSOTRAS” , E NO ESTRANHO TEMPO QUE O COVID-19 VEM NOS EXIGINDO A SEGUIR E A RESISTIR,
(TEMPO QUE ATÉ PARECE QUE A TERRA PAROU DE GIRAR, COM CERCA DE MAIS DE 191 PAÍSES DO MUNDO PRATICAMENTE “EM CASA” , COM ESCOLAS , UNIVERSIDADES, CRIANÇAS, JOVENS E  PROFISSIONAIS SEM ESTUDAR E/OU TRABALHAR), QUE ESCREVEMOS ESSE LIVRETO – “ABRACIONICES”” – NOS COLOCAMOS AO SEU LADO, DESEJANDO CONVERSAR, BATER PAPO,
TROCAR IDEIAS, E SOBRETUDO LHE ABRAÇAR E DIZER QUE ESTAMOS PERTO, JUNTAS NA LUTA PARA QUE A ALEGRIA, A NOSSA FORÇA MAIOR, NÃO NOS ABANDONE NESSE MOMENTO DE TANTAS ADVERSIDADES.

VAI PASSAR!

Para download clique aqui

porFICE Brasil

Learn how to adapt child protection case management during Covid-19

Gostaria de compartilhar com você uma oportunidade de treinamento gratuito sobre o tópico “COVID-19: Adaptando o gerenciamento de casos de proteção à criança”, que melhorará sua compreensão dos riscos e vulnerabilidades elevados de proteção que as crianças enfrentam em todo o mundo durante o COVID-19 pandemia.

Você aprenderá como adaptar o gerenciamento de casos de proteção à criança e descobrirá por que é vital que os assistentes sociais e outros provedores de serviços trabalhem em parceria para garantir que haja uma resposta coletiva à proteção de uma criança.

O curso fornecerá exemplos de práticas promissoras e estimulará o intercâmbio de idéias e experiências entre alunos de todo o mundo.

Quais tópicos você abordará?

  • Compreensão dos riscos, vulnerabilidades e desafios adicionais da proteção à criança que surgem como resultado da pandemia do COVID-19.
  • Exemplos de como o gerenciamento de casos de proteção à criança está sendo adaptado durante a pandemia do COVID-19.
  • Compreender a importância da equipe da linha de frente trabalhando em conjunto entre os setores e com os órgãos comunitários de proteção infantil para atender às necessidades de proteção das crianças através de uma abordagem de gerenciamento de casos de proteção infantil durante a pandemia do COVID-19.
  • A importância de manter a segurança e o bem-estar de todos os envolvidos na proteção e cuidado das crianças.
Este curso foi possibilitado pela
  • Força-Tarefa MOOC do COVID-19 Case Management:
  • Centro de Excelência em Cuidados e Proteção à Criança (CELCIS)
  • Esperança e Casas para Crianças (HHC)
  • Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (IFRC) Federação Internacional de Assistentes Sociais (IFSW)
  • Serviço Social Internacional (ISS)
  • Rede Latino-Americana de Assistência Social (RELAF)
  • Aldeias Infantis SOS Internacional
  • ACNUR
O curso está disponível em inglês, francês, espanhol e árabe.
Inscreva-se no curso gratuitamente: https://www.futurelearn.com/courses/covid-19-adapting-child-protection-case-management

Sinta-se à vontade para compartilhar essas informações com seus membros nacionais ou qualquer participante em potencial.
porFICE Brasil

Fatores Protetivos e de Risco na Transição entre o Acolhimento Institucional e a Vida Adulta

Publicado originalmente em:

Estudos e Pesquisas em Psicologia
2020, Vol. 01, e2907. doi:10.12957/epp.2020.50794
ISSN 1982-4327 (online version)

Autores:

Luciana Cassarino-Perez*
Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil
Carme Montserrat**
Universitat de Girona, Catalunha, Espanha
Jorge Castellá Sarriera***
Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil

 

RESUMO

Este estudo teve por objetivo identificar os fatores de proteção e de risco envolvidos no processo de transição entre o acolhimento institucional e a vida adulta. Participaram 13 jovens entre 18 e 24 anos, de ambos os sexos, egressos do sistema de proteção da cidade de Curitiba, no sul do Brasil. Cinco cuidadores também participaram, representando cada uma das unidades de acolhimento de onde os jovens provieram. Os dados foram coletados por meio de entrevistas em profundidade e submetidos à análise temática. Os temas e subtemas identificados dentro de dois eixos temáticos (fatores de proteção e fatores de risco) atravessam diferentes níveis contextuais e revelam um desequilíbrio que dificulta o processo de transição.

Conclui-se que, além da maior observância às políticas e diretrizes já existentes, é necessário formular programas novos e específicos para esses jovens, alicerçados na concepção de que eles próprios devem ser os protagonistas de suas trajetórias.

Clique aqui para ler o artigo na íntegra

porFICE Brasil

“Uma revisão como nenhuma outra”: colocar o amor no coração do sistema de assistência

Artigo escrito por nosso amigo especial Jim Anglin, reconhecido especialista canadense na atenção e educação de crianças e adolescentes mais vulneráveis, que conhecemos nos Seminários e Encontros de FICE INTERNATIONAL, é resultado de uma análise feita por ele sobre uma mudança no Sistema de Assistência Social da Escócia, que declara a intenção de “colocar o amor no coração do sistema de assistência” daquele país. No momento em que precisamos defender direitos no Brasil, o texto nos sensibiliza a manter nosso senso crítico afinado, mas a apontarmos sempre a necessidade de recuperarmos a dimensão humana do cuidado para que a ética da justiça não endureça a ação cotidiana junto às crianças e adolescentes, cuja demanda de afeto e pertencimento é cada vez mais urgente. A leitura desta reflexão crítica de James Anglin é reveladora da complexidade do atendimento na proteção social de crianças e adolescentes afastados dos cuidados parentais e das oscilações, avanços e recuos que a política pública apresenta em todos os países do mundo.